Homem confessa crime no WhatsApp e diz que vai cometer suicídio.

Por mensagens, Valdir Gomes de Lima disse que matou mulher por não suportar cobranças. O crime aconteceu no sábado em Várzea Grande.

MÁRIO ANDREAZZA
DA REDAÇÃO

RDNews

Clique para ampliar 

Homem mandou mensagens confessando que matou a namorada em Várzea Grande.

Valdir Gomes de Lima, 48 anos, procurado pela polícia acusado de matar estrangulada sua namorada, a empresária Maria Lucia Lustosa Sabino, de 54 anos, mandou mensagem para seu chefe às 03:08 de sábado (14) assumindo que matou a mulher no bairro Jardim Aeroporto, em Várzea Grande.

De acordo com o chefe do acusado, Valdir mandou mensagens via WhatsApp contando que assassinou Lúcia porque ela fazia muita cobrança.

“Me cobrou muito mandou embora da casa jogou como cachorro”, afirmou.

Conforme mensagem, enviada às 03:11, Valdir revela que já havia falado com o chefe, anteriormente, sobre a intenção de matar a empresária e de cometer suicídio após o crime.

 “Lembra que te falei hoje, vou matar Lúcia e vou me matar. Muita cobrança”.

Sem resposta, horas depois ele procura novamente o patrão. “E aí cadê urgente”, mas continua sem resposta.

A Polícia Civil, por meio do núcleo da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) investiga o caso e busca por Valdir Gomes.

O Caso

Maria Lucia Lustosa Sabino, de 54 anos, dona de um posto de combustíveis, foi encontrada morta dentro de casa na manhã de sábado após não aparecer para trabalhar e o sobrinho dela, funcionário do posto, ir até à residência ver o que tinha acontecido e arrombar a porta da casa após a empresária não responder aos chamados.

De acordo com informações preliminares da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) o corpo apresentava sinais de morte por estrangulamento, com hematomas pelo pescoço

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *