Policial militar que matou jovem em Chapada é preso.

O militar, de 39 anos, que não teve o nome divulgado, foi conduzido à delegacia da Polícia Civil.

DA REDAÇÃO REPÓRTER MT

Policiais civis de Chapada dos Guimarães cumpriram na tarde desse sábado (03) o mandado de prisão preventiva contra sargento Cláudio Wagno de Oliveira investigado pelo homicídio de Jonath da Silva Rosário, 23 anos, ocorrido na madrugada da última quinta-feira (1º), na área central da cidade.

O delegado Hércules Batista Gonçalves instaurou inquérito para apurar o crime e representou pela prisão preventiva do policial, que foi deferida pelo juízo da 2ª Vara Criminal da Comarca de Chapada dos Guimarães.

O militar, de 39 anos. foi conduzido à delegacia da Polícia Civil e interrogado pelo delegado Hércules Batista. Após o cumprimento do mandado judicial, passou por um exame de corpo delito no Instituto Médico Legal (IML), e foi encaminhado a uma unidade militarm onde permanece preso à disposição da Justiça.

A vítima foi atingida por um disparo de arma de fogo efetuado pelo policial militar durante uma abordagem próxima à Praça Dom Wunibaldo, no centro de Chapada dos Guimarães. Conforme o registro da ocorrência, uma equipe da Polícia Militar estava na praça e avistou o rapaz em uma motocicleta, sendo dada ordem de parada que, segundo os policiais, não foi acatada pelo condutor, e então foi efetuado um disparo que atingiu o rapaz na perna. 

Ele ainda seguiu por uma distância de aproximadamente 100 metros, quando parou a motocicleta e caiu. Foi solicitado socorro do Samu e o encaminhamento para uma unidade de Pronto Atendimento. Porém, ele não resistiu ao ferimento e morreu na unidade de saúde.

A Polícia Civil recebeu imagens de câmeras de segurança da via pública que foram analisadas e mostram a abordagem dos policiais ao rapaz, contrariando a versão apresentada por eles. 

CLIQUE AQUI PARA COMENTARIMPRIMIRVOLTAR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *