Coligação de Emanuelzinho tenta indeferir candidatura de Frical

Khayo Ribeiro

khayo@gazetadigital.com.br

A Coligação Um Novo Tempo Para Várzea Grande, que tem como candidato a prefeito Emanuel Pinheiro Neto (PTB), o ‘Emanuelzinho’, entrou com um pedido de impugnação de candidatura contra o empresário Flávio Frical, que também disputa a Prefeitura de Várzea Grande.

A ação, apresentada ao juízo eleitoral da 20ª zona de Várzea Grande na última sexta-feira (02), aponta que Frical foi omisso ao apresentar documentos à Justiça Federal no âmbito da disputa pela Prefeitura. De acordo com a coligação, o empresário somente juntou relatórios físicos e não apresentou processos virtuais, nos quais já foi denunciado inúmeras vezes por sonegação fiscal.

Leia também – Chapa de Frical pede impugnação à candidatura de vice de Emanuelzinho

Em ação penal por crime de ordem tributária, proposta pelo Ministério Público Federal, o empresário já foi denunciado 55 vezes, sendo, inclusive, a fixação do valor de mais de R$ 41,5 milhões para reparação dos possível danos relacionados à sonegação.

‘Não obstante constar na certidão dos processos físicos a expressão “nada consta”, basta uma análise perfunctória no site da Justiça Federal para deparar-se com a Execução Fiscal n. 0001595-11.2015.4.01.3600 no valor de R$ 64.666.429,96 (imposto de renda) em tramite por meio físico’, aponta trecho do documento.

A documentação apresentada pelo empresário, segundo a coligação, não abrange toda a relatoria de Frical que tramita na Justiça Federal, sobretudo por conta de parte dos processos estar disponível apenas no formato de sítio virtual. Nesse sentido, a ação pede pela impugnação da candidatura do empresário e estabelece o prazo de sete dias para que a defesa do candidato se manifeste sobre o ocorrido.

Em contrapartida, a coligação de Frical também apresentou pedido de indeferimento de candidatura contra o vice-prefeito de Emanuelzinho, Wilton Coelho (PTB), apontando que o mesmo estaria inelegível por ter tido o mandato cassado ainda no ano de 2015.VoltarImprimirComentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *