Promotora defende projeto que leva reflexão para homens que praticam violência doméstica em MT.

Regilaine Magali Crepaldi foi entrevistada no quadro Papo das 6h no Bom Dia MT, desta sexta-feira (19).

Regilaine Magali Crepaldi é promotora de Justiça — Foto: TVCA/Reprodução

Regilaine Magali Crepaldi é promotora de Justiça — Foto: TVCA/Reprodução

A promotora de Justiça de Várzea Grande, na região metropolitana de Cuiabá, Regilaine Magali Crepaldi, explicou sobre defendeu a execução de um projeto voltado para homens que praticam violência doméstica. Ela foi entrevistada no quadro Papo das 6h no Bom Dia MT, desta sexta-feira (19).

Regilaine faz parte da Rede de Enfrentamento e diz que o objetivo é que os agressores possam reconhecer os erros cometidos e mudar as condutas praticadas.

Ao todo, os homens passam por 13 módulos com diversas temáticas reflexivas.

“A vítima é acompanhada pela patrulha e o agressor é encaminhado para um grupo de reflexão. Essa atividade é importante aos homens, pois, muitas vezes, eles não se reconhecem quanto autores daquela conduta”, explicou.

Segundo a promotora, oito homens já concluíram o curso e outros nove participam atualmente. O projeto surgiu em 2018.

A Rede possui três eixos: rede de atenção e proteção social da violência doméstica, plano de educação permanente e capacitação de agentes sociais, e núcleo acadêmico de pesquisa.

“A Rede é uma reunião de várias instituições para trabalhar com as mulheres que são vítimas de violência doméstica e, consequentemente, abrange crianças e adolescente que presenciam a violência, além dos homens que cometem esses crimes”, ressaltou.

Regilaine disse ainda que, para que a violência contra a mulher seja, pelo menos, minimizada, é necessária uma mudança cultural.

“É importante que a família também não jugue, pois essas mulheres precisam de ajuda e têm vergonha de contar aos familiares, pois têm medo dos julgamentos”, pontuou.

Fonte: G1 MT
19/07/2019 10h56

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *