Assassino que arrancou coração da tia tentou matar a mãe com facão.

Conforme investigação, essa tentativa de assassinato da mãe motivou a mudança do criminoso para Sorriso, onde ele arrancou o coração da tia e entregou para a filha dela.

RAUL BRADOCK
DA REDAÇÃO

RepórterMT/Reprodução.

Clique para ampliar 

Lumar foi preso em flagrante pelo assassinato da tia.

Antes de se mudar para a casa da tia, em Sorriso (a 420 km de Cuiabá), arrancar o coração da vítima e entregar para a filha dela, Lumar Costa da Silva, 28 anos, havia tentado matar a própria mãe, no Estado de São Paulo com um facão. Esse fato teria motivado a mudança dele para a casa da tia em Mato Grosso.

Maria Zélia da Silva Cosmos, 55 anos, foi morta com facadas, teve o peito aberto pelo assassino e o coração arrancado. O crime aconteceu na noite de terça-feira (02), no bairro Vila Bela, em Sorriso (a 420 km de Cuiabá).

“Ele se envolveu em uma confusão no domingo passado em São Paulo, onde também queria matar a mãe dele com um facão. devido a essa briga na casa da mãe, veio para a casa da tia em Sorriso”, disse o delegado André Ribeiro à imprensa, na manhã desta quarta-feira (03).

Após arrancar o coração da tia, Lumar levou o órgão até a casa da filha da vítima, exigiu a chave de um carro e foi com o veículo até a subestação de energia da cidade, onde bateu o corro contra um transformador com a intenção de ‘deixar a cidade no escuro’.

Conforme apurado pela Polícia Civil, ele se desentendeu com vizinhos já no segundo dia que estava na cidade, morando de favor na casa da tia. Maria Zélia era religiosa e também não aceitava o fato do sobrinho usar drogas em sua casa e por isso pediu para que ele saísse do imóvel.

Lumar estava morando em uma quitinete da região, até decidir matar a tia como vingança. A perícia suspeita que a mulher ainda estava viva quando teve o tórax aberto pelo assassino, pelo fato do corpo apresentar espuma na boca e no nariz.

Ele foi preso ainda em situação de flagrante. O caso segue sendo investigado pela Polícia Civil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *