Emboscada mata 4 militares e 2 policiais na Venezuela.

Publicada em 04/05/2019 18h16


Bandeira da Venezuela Imagem: Carlos Garcia Rawlins/Reuters

Uma emboscada neste sábado terminou com o assassinato de quatro militares – entre eles um general – e dois agentes da polícia no estado de Aragua, na região central da Venezuela.

Ainda não há informações sobre os nomes das vítimas e as causas do fato, que ocorreu em uma zona florestal da estrada que liga Magdaleno e Palo Negro, onde as Forças Armadas venezuelanas controlam uma unidade agrícola.

O governador do estado, Marco Torre, e o diretor da polícia científica, Douglas Rico, coordenam os trabalhos de investigação do caso. Os policiais pertenciam à corporação do estado, enquanto os militares às Forças Aéreas e trabalhavam na Base Aérea El Libertador (BAEL), também situada em Aragua. Nenhuma autoridade militar se pronunciou sobre o facto. De acordo com a ONG Observatório Venezuelano de Violência (OVV), o país sofre uma “epidemia” de violência criminal.

Segundo a mesma entidade, em 2018 morreram 23.047 pessoas em episódios violentos – a maioria cometidos com armas de fogo -, o que resultou em uma média de 81,4 mortes violentas a cada 100 mil habitantes. O estado de Aragua foi a região mais violenta da Venezuela no ano passado, com 168 homicídios registrados para cada 100 mil habitantes.

Matéria: Notícias Internacionais UOL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *