Procuradora que atropelou gari em Cuiabá paga R$ 7,6 mil de fiança e é liberada; vítima teve perna amputada

Foto: Deletran

Procuradora que atropelou gari em Cuiabá paga R$ 7,6 mil de fiança e é liberada; vítima teve perna amputada

A procuradora aposentada, Luiza Siqueira de Farias, de 68 anos, responsável por atropelar Darliney Silva Madaleno, funcionário da empresa que presta serviços de coleta de lixo para a Prefeitura de Cuiabá, na madrugada desta terça-feira (20), na avenida Getúlio Vargas, teve a liberdade concedida em audiência de custódia. A vítima teve uma das pernas amputadas.

Leia mais:
Gari tem perna amputada após ser ‘prensado’ por motorista embriagada em Jeep Renegade; fotos

O magistrado Jeverson Luiz Quinteiro concedeu liberdade provisória a procuradora ao arbitrar a fiança de oito salários mínimos (R$ 7,6 mil). No exame do bafômetro, realizado logo após o acidente, constatou-se que ela havia ingerido álcool duas vezes a mais que o permitido.

A audiência de custódia foi realizada no inicio da noite de terça-feira (20), no Fórum de Cuiabá. A procuradora aposentada assinou termo de compromisso e está proibida de dirigir. Ela teve a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) recolhida.

A acusada ainda está proibida de deixar o Estado e terá de comparecer mensalmente ao juízo. Também ficou vedada a presença dela em: boates, bares, prostíbulos e estabelecimentos congêneres.

O caso

Uma mulher identificada como Luiza Siqueira de Farias, de 68 anos, atropelou um funcionário da empresa que presta serviços de coleta de lixo para a Prefeitura de Cuiabá, na madrugada desta terça-feira (20), na Avenida Getúlio Vargas. A vítima, Darliney Silva Madaleno, trabalhava no momento em que foi esmagado entre o veículo da mulher, um Jeep Renegade, e o caminhão da coleta.

De acordo com informações da Polícia Civil, Luiza dirigia com uma taxa de 0,66 mg de álcool por litro de ar expelido, ou seja, duas vezes a mais do que o permitido pela lei. A vítima teve de amputar uma das pernas.

Ainda conforme a Polícia Civil, no momento do acidente o caminhão da coleta de lixo estava parado na faixa esquerda da via, na Avenida Getúlio Vargas. Luiza Siqueira conduzia seu veículo pela faixa central, quando atingiu a traseira do caminhão, na lateral direita, onde Darliney estava.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *